Governo do Estado do Espírito Santo
06/07/2019 16h21

Operação Força Pela Vida aborda mais de 300 veículos na Grande Vitória

A primeira operação integrada de fiscalização e educação de trânsito “Força pela Vida”, realizada na noite dessa sexta-feira (5), em seis pontos da Grande Vitória, abordou 330 veículos. Foi o início de um conjunto de ações que serão realizadas pelo Governo do Estado para reforçar a fiscalização e coibir infrações e ilícitos relacionados ao trânsito e aos veículos, de forma contínua e integrada, bem como contribuir por meio da educação de trânsito para a melhoria dos padrões de comportamento de motoristas.

A ação integrada abordou veículos e pessoas nas ruas e contou com agentes de educação de trânsito do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), além dos efetivos da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e das Guardas Municipais de Vitória, Vila Velha e Serra.

As equipes, distribuídas em seis pontos de Fiscalização em Vitória, Vila Velha e Serra, realizaram 279 testes de alcoolemia (bafômetro) e abordaram 330 veículos. Durante a operação, foram lavrados 71 autos de infração de condutores dirigindo sem possuir habilitação ou com o direito de dirigir suspenso. Um total de 17 veículos foram removidos. Os condutores também foram abordados pela equipe de Educação do Detran|ES com orientações importantes para um trânsito mais seguro para todos.

O gerente de Veículos do Detran|ES, Cleber Bongestab, considerou positiva a primeira operação. “Reunimos as forças dos órgãos envolvidos e mostramos aos capixabas que estamos nas ruas com um trabalho de fiscalização e educação para corrigir os comportamentos no trânsito que ameaçam a vida das pessoas. Também vamos tentar coibir ilícitos que possam comprometer a capacidade de condução dos motoristas e vistoriar a segurança dos veículos que utilizam as vias na Grande Vitória”, afirmou.

Segundo ele, essa foi a primeira de muitas operações do Programa Força pela Vida e serviu de laboratório para um modelo de fiscalização eficiente e seguro. “Para que os capixabas não tenham que chorar seus mortos e feridos em acidentes de trânsito que, na maioria das vezes, podem ser evitados. Ações como essa são importantes para aumentar a segurança do cidadão e resultam na redução de acidentes e em vidas salvas, que é o nosso objetivo principal”, destacou.

O comandante do BPTran, tenente-coronel Glariston Fonseca Nascimento, também considerou que a primeira operação integrada 'Força pela Vida' foi  um sucesso: “O trabalho em conjunto permitiu o emprego otimizado de recursos e maximizou os resultados. A ação fiscalizatória com foco na Lei Seca cumpre um papel importante de segurança viária, autuando os condutores que são flagrados dirigindo sob o efeito do álcool, ou ainda os que recusam a se submeter ao teste de etilômetro”, afirmou.

Para o tenente-coronel, as ações dessa natureza conscientizam o cidadão que é preciso respeitar as normas de trânsito. “E o que considero como principal, que é evitar acidentes, lesões e mortes no trânsito, visto que há uma forte correlação entre estes e o uso de bebidas. Também chamo a atenção para os condutores flagrados dirigindo sem a devida habilitação, o que é um ato irresponsável e de muita gravidade. Estamos planejando outras operações, também de caráter educativo, em dias e horários variados, visando sempre a preservação da vida”, disse.

Para o delegado Maurício Gonçalves da Rocha, titular da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito, participar da materialização do “Força Pela Vida” foi uma experiência extraordinária. “O programa é um marco importantíssimo para as forças de segurança e sociedade civil envolvidas na redução e controle da violência no trânsito. O que antes era bem feito, de forma isolada, agora, com a efetivação do programa está sendo realizada de forma excelente. Esta unificação das ações das instituições, com definição de procedimentos e metas, com todos focados na prevenção e educação, vai levar o Estado a alcançar o objetivo final, que é o de salvar vidas no trânsito”, enfatizou.

Força pela Vida”

O formato da operação Força pela Vida foi apresentado no último dia 25, em evento no Palácio Anchieta, que contou com representantes de instituições estaduais, federais e municipais que compreendem o Sistema Nacional de Trânsito, dentre outras.

Compõem também o Comitê Integrado que planeja e executa as operações: Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp); Corpo de Bombeiros; Secretaria de Estado da Saúde (Sesa); Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES); Conselho Estadual de Trânsito; Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-ES); e Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros (Ceturb-ES).

Abaixo os dados completos da Operação “Força pela Vida”:

- Veículos abordados: 330

- Testes de alcoolemia: 279

- Recusa ao teste do etilômetro: 03

- Embriaguez (Administrativo): 01

- Autos de infração confeccionados: 71

- Condutores não habilitados: 08

- Direito de dirigir suspenso: 06

- CRLVs recolhidos: 04

- CNHs recolhidas: 09

- Veículos removidos: 17

Pontos de abordagem:

- Vila Velha: Av. Carlos Lindenberg e Av. Antonio Gil Veloso

- Vitória: Av. Dante Michelini e Rua Pedro Nolasco (Vila Rubim)

- Serra: Av. Norte Sul e Av. Eudes Scherer de Souza (Colina de Laranjeiras)

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação do Detran|ES

Rhayan Esteves / Fabricia Borges / Fátima Negrelli / Zu Coelho

(27) 3137-2627 / 99943-7060

imprensa@detran.es.gov.br

Assessoria de Comunicação da SESP

Victor Muniz

(27) 3636-1572 / 99284-3303

comunicasespes@gmail.com

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard